Tecnosocial

Escrevo para ler. Não para que leiam. Apenas exprimo os meus estados mais puros de alma. Sem máscaras ou falsas inocências. Hoje com todas as redes sociais que acedemos somos tentados a soltar o mais impuro que nos vai na alma. Antes íamos a seção C dos vídeo clubes e apenas imaginávamos. Não julgo ninguém. Esperava que ninguém me julgasse. Como se costuma dizer o que acontece em Vegas fica em Vegas. Nem sempre é assim. Por maldade ou vingança uns ou outros se julgam no direito de devassar as conversas que deveriam ser privadas uns para os outros. Por isso e por outros motivos, eu tecnocrata cada vez mais me sinto afastado do tecnosocial. 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

amei, amava e amo...

EcLiPsE

Extrato do Comboio da vida...